Sedativos para o sono profundo.

Alguns dizem que sou uma pessoa singular.

No fim, ninguém pode realmente me entender, e sempre se afastam.

Talvez seja a punição de alguém destinado a ficar sozinho?

Venho imaginando o quanto eu perdi: Amigos, colegas…. No fim, até mesmo minha própria família rompeu todos os laços comigo.

Mesmo que eu possua uma herança milionária.

Mesmo que eu more sozinho em uma mansão cheia de quartos.

Mesmo que eu possua tudo, todos querem distância de mim.

Eu diria que estou solitário, mas isto seria uma mentira. No fim, a escuridão acentuara-se em minha alma. Coisas que vejo, coisas que ouço.

Mesmo assim, eu realmente prefiro estar sozinho do que possuir uma companhia tão desagradável, que sussurra na borda de minha orelha, pedindo que eu faça coisas extremas, nas quais me arrependerei.

Remédios e sedativos não funcionam mais. Eu não posso dormir. Eu estou tão cansado…

Me deixem em paz, por favor!

E deitado na escrivaninha do meu escritório particular, começo a arranhar-me. Calem a boca.

Calem a merda dessa boca!

O copo de café está cheio, no fim, o máximo que posso fazer é ficar acordado. Mesmo se eu dormisse, eles não me deixariam.

Eu fiz algo ruim?

Eu pequei?

Mesmo que eu tenha feito, isto não é uma punição injusta?

Vocês levaram tudo de importante para mim, e ainda estão tentando levar minha sanidade?

Parem, por favor, parem!

Tomo mais um sedativo, tentando me acalmar. Minutos depois, tomo mais outro, sem receber resultados. Tal vício tornara-se um hábito, e no final, deixara de fazer efeito. Mesmo assim, preciso toma-los. Eu quero toma-los.

Todas as sombras me encaram, com seus sorrisos tortos. Não me olhem assim…

Não olhem com tamanho desprezo, parem de rir de mim.

Eu não aguento mais.

Apenas me deixem descansar, por favor…

Aperto a palma da mão sobre minha face, tentando fechar os olhos, com um rosto depressivo. Ouço o som do copo de café se quebrar, e as risadas se tornam mais constantes. Mesmo sem abrir os olhos, posso sentir todos encarando-me, com sorrisos desagradáveis.

Por trás, sinto a sensação de conforto, enquanto alguém me abraçava. Ainda assim, era frio.

Frio como a morte.

Frio como o medo.

Tão frio, que meu coração poderia congelar-se.

Me pergunto se poderei ter descanso.

No final, só há um modo de que me deixem dormir em paz.

Hah, então é assim…

Que miserável.

Espero encontrar paz no lugar em que irei. Eu já fiz minha escolha.

Ninguém me ama.

Ninguém se importa comigo.

Ninguém lembra que eu existo.

Que diferença faria?

Mesmo assim, quero deixar uma carta. Um último adeus. Eu estou desistindo.

Vocês ganharam…

Tomo uma última dosagem, despedindo de meu companheiro de longa data. Meu corpo finalmente está ficando dormente.

O remédio está fazendo efeito?

Ah, eu sinto um enorme vazio por dentro.

Engulo mais três pílulas, de uma vez, sentindo um alívio inacreditável.

Uma overdose parece um final tão calmo.

Consciente dos meus últimos momentos, volto para minha escrivaninha, com dificuldade para manter-me sentado.

Tanto faz, apenas uma despedida é suficiente…

Escrevo uma carta. Se alguém um dia a ler, então quero que saibam que…

Eu odeio vocês.

Odeio esse mundo.

Odeio esse Deus, que me abandonou.

Odeio minha família.

Se eu pudesse fazer um último desejo, então sinceramente, espero que todos vocês sejam traídos, abandonados, desprezados, e se tornem um lixo tão miserável quanto o que eu me tornei.

E como última mensagem, gostaria de dizer que espero vê-los novamente no inferno, pois levarei todos vocês comigo.

Amaldiçoarei este mundo.

Esta merda de destino.

Este lixo que me tornei.

Aqueles que me tornaram esta coisa miserável.

Argh, está tudo ficando branco…

 

 

 

Quente…

Anúncios

5 pensamentos sobre “Sedativos para o sono profundo.

  1. Depois de ler tudo isso só tenho uma reação…
    Nossa, isso é realmente bom.
    Bem, pra começar, faz tanto tempo que não vejo um texto usando corretamente o português formal.
    Eu não costumo tentar usar por ter preguiça de lembrar as conjugações, e por isso meus textos saem meio bagunçados… ou ao menos pobres.
    E, bem, você parece ótimo nesse tipo de texto. Tão ótimo que me faz questionar seu estado mental.
    Você realmente vai ficar bem perto de objetos cortantes?
    Se bem que contundentes também são perigosos…
    Enfim… ah, como eu odeio o meu habito de repetir essa palavra.
    Bem, de qualquer forma, seu texto está ótimo. Parabéns.
    Esperarei ansioso pelos seus próximos textos. Embora não ligue para a demora, já que a qualidade é boa.

    Curtido por 1 pessoa

    • FHSDFHDSGFJDS OWN, OBRIGADA ❤
      O mesmo vale para você, seus textos também são ótimos!
      Bem, eu acostumei com as conjugações assim por escrever demais, e como sou perfeccionista, EU COLOCO TUDO PERFEITO, O QUE CUSTA MUITO TEMPO AA
      Enfim, obrigada por me seguir o/

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s